A Missão


A Associação Portuguesa de Tratamento de Feridas surgiu em Setembro de 1998, oficializada pelo Estado Português (Diário da República n.º 256/98, Série III de 05/11/98).

No Artigo 2.º dos Estatutos da APTFeridas estão consignados os objectivos para que foi criada: “… promover a adopção de princípios, normas e métodos de tratamento de feri­das, recolher e partilhar os conhecimentos e experiência adquiridos acerca do trata­mento de feridas, organizar cursos, seminários, conferências e palestras, elaborar e mandar elabo­rar e, em geral, promover publicações sobre o assunto e todas as demais actividades com ele relacionadas, ou que lhe podem ser úteis; promover a investigação e a formação especí­fica na área do tratamento de feridas; melhorar a qualidade dos cuidados presta­dos.”




A Visão

Dando cumprimento a estes objectivos, a, ainda, Comissão Instaladora organiza, em 21, 22 e 23 de Outubro de 1998, no auditório da Casa Diocesana de Vilar, no Porto,
o 1.º Con­gresso Português de Tratamento de Feridas, com a participação de palestrantes portugueses e estrangeiros

Em Setembro de 1999, realizou o 1º “Workshop” no Hospital de Fafe dirigido a 30 partici­pantes, enfermeiros e médicos. O programa compreendia uma componente teó­rica e uma componente teórico-prática, com a intervenção directa de representantes da Indústria Farma­cêutica

O êxito deste “workshop” rapidamente se propagou e a Direcção da APTFeridas come­çou a ser cada vez mais solicitada. Os pedidos vinham de Centros de Saúde, Hospitais, Sub-Regiões de Saúde, Escolas de Enfermagem e Organismos de Profissionais e Saúde.

O aumento destas Acções de Formação obrigou a Direcção a rever o seu plano de activi­dade, em duas vertentes: programa e número de formadores.

Além de se manterem os “workshops” de conhecimentos básicos, criaram-se, também, novos Cursos abertos à inscrição de todos os profissionais de Saúde.

A segunda vertente implicou a necessidade de preparar maior número de formadores e, também, a convidar especialistas nas áreas mais específicas com capacidade pedagógica reconhecida e disponibilidade para colaborarem com a APTFeridas.

Esta actividade estende-se a todo o País, incluindo as Regiões Autónomas da Madeira e Porto Santo e dos Açores.

Uma das preocupações é a divulgação na área das Feridas aos novos Profissionais de Saúde. Por isso, se têm feito várias Acções de Formação em Escolas Superiores de Enfer­ma­gem para transmissão das boas práticas no tratamento dos Doentes com Feri­das.

A APTFeridas organiza, também, cada três anos, um Congresso aberto a todos Profissio­nais de Saúde, com Palestrantes Portugueses e Estrangeiros.

Entre cada dois Congressos realiza-se um Simpósio Internacional sobre um tema especí­fico.

A APTFeridas é membro da European Wound Management Association (EWMA) e da European Pressure Ulcer Advisory Panel (EPUAP), desde 2001.

A APTFeridas estabeleceu um protocolo de  colabora­ção com a Uni­versidade Católica Portuguesa para a realização de um Curso de Mestrado em Feridas e Viabilidade Tecidu­lar, que teve início em 2008.

Em Novembro de 2008 é criada, com a colaboração da APTFeridas, a Sociedade Iberolati­noamericana em Úlceras e Feridas, integrando representantes do Brasil, Espa­nha, Chile, México  e Argentina, com a finalidade de serem estabelecidos projectos comuns na área da Prevenção, do Tratamento e da Investigação das Feridas.





Os Valores



A  APTFeridas não tem fins lucrativos.

Todos os seus colaboradores fazem-no voluntariamente, tendo apenas o desejo de transmi­tir aos Cuidadores dos Doentes com Feridas, uma permanente actualização, de modo a que os Doentes possam usufruir de melhores cuidados e, portanto, de melhor qualidade de vida. 



EvtKey versão 3.0.0.0 | Licenciado a APTFERIDAS | Desenhado e Desenvolvido por EventKey | Copyright 2018 APTFeridas